Gabriel Medina e Ítalo Ferreira podem fazer dobradinha histórica

Fonte: REUTERS/LISI NIESNER

Gabriel Medina e Ítalo Ferreira podem fazer história no surfe, modalidade nunca antes vista em Jogos Olímpicos. Os brasileiros, já nas quartas de final, podem protagonizar uma dobradinha no pódio nesta segunda-feira (26), e, por conta da posição de ambos em chaves separadas, se enfrentarem em uma eventual final olímpica.

Gabriel Medina, bicampeão mundial de surfe e primeiro brasileiro a conquistar a WSL, derrotou o australiano Julian Wilson nas oitavas de final em bateria dramática que terminou em 14,33 a 13,00 para o brasileiro. Agora na fase das quartas de final, o brasileiro enfrenta o francês Michel Bourez, que nasceu no Taiti, mas representa a França nesses Jogos de Tóquio 2020.

Ítalo Ferreira, também campeão mundial de surfe conquistando a WSL no ano de 2019, passou com tranquilidade pelo neozeolandês Billy Stairmand nas oitavas de final, vencendo a bateria por 14,54 a 9,67. Nas quartas, Ferreira encara um dos donos da casa, o japonês Hiroto Ohhara.

Caso os dois se classifiquem para a semifinal, ao menos mais uma medalha de bronze já estará garantida para o Time Brasil nessa Olimpíada de Tóquio.

A expectativa é de dobradinha na final. O país que se intitulava como “país do futebol”, cada vez mais está se tornando também o “país do surfe”… E as próximas horas podem comprovar essa tese.

Fonte: R7

Postado em 26 de julho de 2021