Brasileiros vencem, e Font domina Garbrandt no card principal do UFC

A luta principal do UFC Font x Garbrandt, realizada nesta sexta-feira, em Las Vegas (EUA), foi um monólogo. Rob Font dominou Cody Garbrandt durante os cinco rounds e engatou o quarto triunfo consecutivo. Número 3 do ranking, o lutador se coloca em boa posição para disputar o título do peso-galo (até 61kg) em breve, enquanto o rival, quarto colocado da categoria, perdeu pela quarta vez em cinco lutas.

Garbrandt apostou em sua movimentação constante desde o início, mas Font era mais perigoso na trocação. O atleta da Alpha Male respondeu com uma queda, mas permitiu que o rival ficasse de pé. Após tomar uma blitz, colocou o rival no solo outra vez. Font ainda ficou de pé e pressionou no fim do primeiro round. Na volta para o segundo, Cody rapidamente colocou para baixo, mas foi pouco efetivo e deu espaço novamente para o oponente escapar. Em pé, Font seguia mais perigoso.

O panorama não mudou muito no terceiro assalto. Font pressionava com bom volume de golpes, mas passou a defender melhor as quedas do adversário. Garbrandt mostrava dificuldade em entrar no raio de ação, e Font manteve o controle no quarto assalto, forçando Cody a andar para trás o tempo todo. Exausto, Garbrandt ainda foi para o tudo ou nada, chegou a acertar bons golpes no último round, mas Font respondeu e conteve o ímpeto do oponente..

Eram sete anos sem conseguir uma vitória sem ser por pontos, mas Carla Esparza conseguiu pôr fim a esse tabu no co-evento principal do UFC Font x Garbrandt. A americana, quarta colocada da divisão peso-palha (até 52kg), conseguiu o nocaute técnico aos 2m58s do segundo round e bateu Yan Xiaonan, número 3 da categoria. O resultado deixa Esparza próxima do posto de desafiante ao título que pertence a Rose Namajunas.

Em confronto equilibrado, Norma Dumont venceu Felicia Spencer por decisão dividida (30-27, 28-29 e 29-28), pelo peso-pena (até 66kg). A brasileira conseguiu sua segunda vitória consecutiva e conquistou o maior resultado de sua carreira contra a ex-desafiante ao cinturão até 66kg.

A luta transcorreu em pé no primeiro round, e Spencer foi pouco mais precisa que a brasileira, apesar de nenhuma das duas mostrar contundência em suas ações. No segundo assalto, Norma encontrou melhor a distância e passou a conectar mais seus golpes. No último round, Dumont conseguiu uma queda logo no início, mas ficou pouco tempo na posição. A canadense voltou a ficar de pé e pressionou na grade. A brasileira tentou derrubar e ficou por baixo quando restava cerca de um minuto para o fim da luta, mas conseguiu travar Spencer até o cronômetro zerar.

Ricardo Carcacinha se recuperou da derrota sofrida na última luta e teve atuação sólida para bater Bill Algeo, pelo peso-pena (até 66kg). O brasileiro mostrou boa estratégia, aplicou quedas em momentos importantes e igualou as ações na trocação com o americano para vencer pela 15ª vez em 18 lutas na carreira.

O primeiro round teve equilíbrio na trocação, com o americano sendo levemente superior nesta área, mas foi na luta agarrada que Carcacinha sobressaiu, conseguindo dominar as costas do rival em duas oportunidades. Algeo voltou mais agressivo no segundo assalto e passou a usar combinações mais longas. Ele voltou a sofrer uma quedas, e o brasileiro chegou a ameaçar em um triângulo de mão em pé, mas o americano escapou. Nos cinco minutos finais, os lutadores trocaram bons golpes e alternaram momentos de superioridade. No minuto final, Carcacinha conseguiu colocar para baixo e terminou melhor o último round.

UFC Font x Garbrandt
22 de maio de 2021, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Rob Font venceu Cody Garbrandt por decisão unânime (48-47, 50-45 e 50-45)
Carla Esparza venceu Yan Xiaonan por nocaute técnico aos 2m58s do R2
Jared Vanderaa venceu Justin Tafa por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Norma Dumont venceu Felicia Spencer por decisão dividida (30-27, 28-29 e 29-28)
Ricardo Carcacinha venceu Bill Algeo por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Jack Hermansson venceu Edmen Shahbazyan por decisão unânime (triplo 29-27)
CARD PRELIMINAR:
Ben Rothwell venceu Chris Barnett por finalização aos 2m07s do R2
Court McGee venceu Cláudio Hannibal por decisão unânime (30-26, 30-26 e 29-27)
Bruno Bulldoguinho venceu Victor Rodriguez por nocaute com 1m do R1
Josh Culibao venceu Shayilan Nuerdanbieke por decisão unânime (triplo 29-28)
David Dvorak venceu Juancamilo Ronderos por finalização aos 2m18s do R1
Damir Ismagulov venceu Rafael Alves por decisão unânime (triplo 29-28)

Fonte: Combate

Postado em 23 de maio de 2021