Flamengo varre São Paulo na final e é heptacampeão do NBB

O Flamengo é campeão do Novo Basquete Brasil (NBB) pela sétima vez. Depois de vencer o São Paulo nos dois primeiros jogos da final, o Rubro-Negro tratou de varrer o rival com uma vitória por 93 a 85 nesta quinta no Maracanãzinho, encerrando a série melhor de cinco. Olivinha (18 pontos), Marquinhos (17), Hettsheimeir (15) e Yago (13) foram os maiores pontuadores da equipe do técnico Gustavo De Conti. Pelo lado do Tricolor, Lucas Mariano anotou 22 pontos, três a mais que Dawkins e quatro a mais que Georginho.

Com a conquista do hepta, o Flamengo consolida ainda mais a sua hegemonia no basquete brasileiro. Criado em 2008, o NBB teve apenas quatro campeões. O Brasília, com três títulos, é o segundo maior vencedor. As outras equipes que levantaram o caneco foram o Bauru e o Paulistano, ambos uma única vez.

O jogo começou equilibrado, com o Flamengo fazendo 5 a 2 e o São Paulo virando para 7 a 6. Aos quatro minutos, Hettsheimeir acertou bola de três, fazendo 12 a 9 para o Rubro-Negro. Na jogada seguinte, porém, Lucas Mariano devolveu na mesma moeda, igualando em 12 a 12. Aos seis, Yago pontuou, sofreu falta e converteu o lance livre, marcando 17 a 14. O São Paulo sentiu o golpe e passou a ser dominado. A 45 segundos do término, Léo Demétrio ampliou para 26 a 18. O Tricolor ainda descontou com Georginho, numa infiltração, encerrando o quarto com seis pontos de desvantagem: 26 a 20.

Os primeiros pontos do segundo quarto foram marcados por Lucas Mariano. Mineiro respondeu para o Flamengo no lance seguinte. Aos três minutos, Léo Demétrio chutou para três pontos e marcou 31 a 22. O São Paulo não se entregou e foi buscar a reação. Aos quatro, Dawkins diminuiu para 31 a 30. O empate veio segundos depois, novamente com Dawkins, agora numa bola de três: 33 a 33.

Motivado, Dawkins foi para cima da defesa rubro-negra, aos cinco, ele sofreu falta no momento do arremesso. Como ele converteu apenas um dos dois lances livres, o placar foi a 34 a 33 para o Tricolor. O Flamengo só foi reagir nos minutos finais do quarto. Após cestas de Chuzito, Mineiro e Olivinha, o marcador foi a 42 a 36 para o Rubro-Negro. Aproveitando o bom momento, o time do técnico Gustavo De Conti administrou os instantes, conquistando a vitória parcial de 45 a 39.

Fonte: GE

Postado em 27 de maio de 2021