Potiguar Italo Ferreira conquista o 1° ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

Foto:  REUTERS/Lisi Niesner

O primeiro ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio vem do surfe. De um nordestino que começou a pegar onda com a tampa de isopor que o pai usava para conservar o seu pescado na pequena Baía Formosa, no Rio Grande do Norte. Italo Ferreira é o primeiro campeão olímpico da história do surfe, que faz a sua estreia em Olimpíadas. Como num roteiro de cinema, o título foi obtido com uma vitória por 15.14 a 6.60 sobre o japonês Kanoa Igarashi na final. O mesmo Kanoa, que havia derrotado Gabriel Medina na semifinal horas antes em resultado muito contestada pelo brasileiro.

A final olímpica teve de tudo. De prancha quebrada a um show de manobras do campeão mundial de 2019. Mesmo com a torcida local toda voltada para o japonês, Italo não deu sopa para o azar, dominando o confronto do início ao fim. A dobradinha no pódio só não aconteceu porque, mais cedo, Gabriel Medina perdeu para Owen Wright na disputa do bronze, despedindo-se dos Jogos Olímpicos de Tóquio sem medalha.

Eu vim com uma frase para o Japão: diz amém que o ouro vem. Eu treinei muito nos últimos meses, mas só tenho que agradecer a Deus por tudo isso. Meu intuito é ajudar as pessoas e as famílias. Eu queria que a minha avó estivesse viva para ver isso. Sou muito feliz pelo que me tornei, pelo que fiz pelos meus pais. Sempre pedi para que esse sonho fosse realizado e ele aconteceu – disse Italo.

Fonte: GE

Postado em 27 de julho de 2021